×

AUMENTO DO CAPITAL DE GIRO

A gestão efetiva do estoque permite às empresas reduzirem seus estoques entre 10% a 30% em média. Mas o que isso significa em termos monetários? Quais custos estão atrelados ao estoque e como um projeto de otimização de estoque pode reduzir tais custos? Mais importante, como a gestão de capital de giro pode ajudar o negócio a prosperar?

Antes de iniciar a liberação de capital ou redução de caixa investido em estoque, a fim de otimizar seu gerenciamento de capital de giro, é importante compreender quais custos estão relacionados ao estoque.

No caso de uma empresa que tem estoque, muito dos custos se relacionam aos itens no depósito. Ao mapear tais custos de estoque, limite-se a três importantes componentes de custo:

Custo de Capital

Custo de capital é o custo que uma empresa tem para emprestar dinheiro. A depender de como a empresa está financiada, tais custos podem variar enormemente. Uma maneira objetiva de determinar isso é através do custo médio ponderado de capital (CMPC, ou WACC). Empresas europeias, por exemplo, têm seu WACC em torno de 9% a 12% do valor de estoque.

Custo de Armazenagem

Custos de armazenagem são definidos como custos incorridos a partir do momento em que os bens são entregues pela empresa até o momento em que esses são vendidos. Tais custos relativos à armazenagem podem ser calculados de dois modos, a depender se esses são fixos ou variáveis.

Custo de Risco

O terceiro componente de custo de estoque está relacionado ao risco. A maior parte desse custo consiste no seguro contra fogo ou furto.

Você gostaria de saber mais a respeito de otimização de estoque e como você pode proporcionar à sua empresa um melhor desempenho financeiro?


TOPO